Conteúdo Crónicas

Janeiro 11, 2017
Janeiro 10, 2017
Janeiro 9, 2017

A vida nunca deixou de ser surpreendente. Existia tanta surpresa no tempo em que não sabia o funcionamento das nuvens e dos motores, como existe agora em que supostamente já leio mapas, boletins meteorológicos e guias práticos.

Janeiro 8, 2017

Por Octaviano Correia

 

Janeiro 7, 2017
Janeiro 6, 2017
Janeiro 5, 2017

Por Duarte Caires

Um motorista do Isuzu passou a maior parte da viagem calado, mas a certa altura contou-me que um dia tinha matado uma pessoa na estrada. Nesse dia, ele vinha a conduzir muito normalmente, quando do meio do capim surgiu um homem e bateu no lado esquerdo do carro, caiu e rebolou no asfalto, espalhando sangue por todo lado.

Janeiro 3, 2017

Por: Sílvia Ornelas

 

Janeiro 2, 2017

As coisas que me fazem feliz são, ainda e sempre, basicamente aquelas que já lá estavam no início da aprendizagem da felicidade.

Dezembro 30, 2016
Dezembro 27, 2016

A propósito do “Déjà vu”...

- Estás linda?

- Eu, linda? Como te atreves?

Dezembro 25, 2016
Dezembro 24, 2016
Dezembro 23, 2016
Dezembro 22, 2016
Dezembro 21, 2016
Dezembro 20, 2016

Por: Sílvia Ornelas

 

Dezembro 19, 2016

As imagens chegam-me com a velocidade das coisas da comunicação global ao minuto. São imagens de Aleppo, são imagens dos poucos que ainda sobrevivem na cidade. Na cidade que pouco sobrevive, na cidade que morre de pé como os que não dormem.

Dezembro 18, 2016
Dezembro 17, 2016

A meio da manhã, neste fim de férias, um cão pequenito, de pelo brilhante, curto e de cor amarelada, salta-me para o colo, enquanto tomava o meu café, na mesa da esplanada.

Dezembro 16, 2016