Dezenas de populares e figuras públicas prestam homenagem a Soares no Jerónimos

Dezenas de populares e algumas figuras públicas continuavam às 09:00 de hoje a entrar no Mosteiro dos Jerónimos, em Lisboa, para prestar homenagem ao antigo Presidente da República Mário Soares, que morreu sábado aos 92 anos.
Desde que as portas abriram têm sido vários populares que se tem dirigido ao Mosteiro dos Jerónimos, mas também figuras como o juiz Armando Leandro, presidente da Comissão Nacional de Promoção dos Direitos e Proteção das Crianças e Jovens, o economista e gestor Luís Nazaré e o jornalista António Perez Metelo.
Em declarações à agência Lusa, o juiz Armando Leandro lembrou a determinação de Mário Soares “em garantir” a liberdade e a democracia.
“Vim prestar homenagem ao presidente Mário Soares que admiro pela sua coragem, pelo seu espírito democrático. Um grande defensor da liberdade e dos mais humildes”, disse.
Vários populares trazem consigo rosas, símbolo do Partido Socialista (PS), mas também cravos, vermelhos símbolo da liberdade, que entregam a um elemento da agência funerária que depois as transportam para junto da urna de Mário soares.
As homenagens prestadas no interior da sala dos Azulejos estão a ser transmitidas num écran gigante colocado na parede do Mosteiro dos Jerónimos.

subir
108 utilizadores votaram.
Vote para aumentar a visibilidade do artigo