Investigadora do Madeira-ITI premiada internacionalmente

Mónica Cameirão, professora e investigadora do Instituto de Tecnologias Interativas da Madeira (Madeira-ITI), e da Universidade da Madeira, foi distinguida com o prémio de investigação ISVR Early Career Investigator Award de 2016, pela International Society for Virtual Rehabilitation. Este é um prémio que reconhece o trabalho de investigadores na área da reabilitação virtual como excecional. O prémio será oficialmente entregue na 11th International Conference on Disability, Virtual Reality & Associated Technologies, em Los Angeles, Estados Unidos, em Setembro deste ano, onde a investigadora fará uma apresentação do seu trabalho.
A professora Mónica Cameirão é uma das principais investigadoras do NeuroRehabLab, um laboratório de reabilitação neurológica integrado no Instituto de Tecnologias Interativas da Madeira (Madeira-ITI), e tem vindo a trabalhar, há vários anos, no desenvolvimento e avaliação de ferramentas de reabilitação virtual.
A sua investigação desenvolve-se na interseção da tecnologia, neurociência e medicina, por forma a encontrar soluções, que melhorem a qualidade de vida de pessoas com necessidades especiais, com especial foco nos sobreviventes de acidente vascular cerebral (AVC).
O seu trabalho utiliza a realidade virtual, jogos e outras tecnologias não invasivas e de baixo custo, para ajudar estas pessoas na reabilitação motora e cognitiva. A investigadora tem vindo ativamente a participar em vários projetos de investigação internacionais, e está atualmente a colaborar com o Serviço de Saúde da Região Autónoma da Madeira, E.P.E. (SESARAM, E.P.E.), na validação e implementação dessas tecnologias.

subir
34 utilizadores votaram.
Vote para aumentar a visibilidade do artigo